É errado tratar um cão como filho?

filhoMeu Filho! Meu Filho??

Vivemos em uma era de grande afinidade entre humanos e animais. O mercado pet é um dos que mais cresce no mundo, e oferece inúmeras novidades em produtos e acessórios para os cães. É comum ver cães de roupas, sapatos, meias, casacos, com casas, cobertores, brincos, piercing e até mesmo tatuagens. A relação dos primórdios de um cão ser apenas um cão, um animal de estimação que muitas vezes era companheiro de trabalho, na caça e nada mais, sem nenhum vínculo intimamente afetivo, que vivia na casinha no fundo do quintal foi substituída por um elo de grande afetividade, sendo os cães hoje tratados e considerados parte da família, como filhos, mas até que ponto esta relação é saudável para os cães? Seria então certo ou errado tratar os cães como Filhos?

Bem… darei minha opinião, e deixo claro que esta não é regra ou lei,  apenas o meu ponto de vista como pessoa e como profissional. Julgo que não há malefício algum em se ter e considerar no cão como filho. Não vejo mal algum na existência de um elo de afetividade e carinho entre cão/humano e vice versa. Julgo ser muito saudável um vínculo de paternidade ou maternidade dos humanos com os cães, desde que você seja um tipo de pai ou mãe coerente. Desde que você entenda que seu filho não precisa apenas de amor, mas também de regras e educação. que ele têm necessidades especificas e que para ele ser equilibrado precisa que elas sejam atendidas.

Acredito que todo humano consciente  não pensa na hipótese de criar um filho (humano) dizendo-lhes apenas sim. Dando-lhes apenas amor e não cuidado de formá-lo um cidadão padrão e ético, assim também esta relação de pais e filhos, entre humanos e cães precisam seguir os mesmos padrões.

Quero fazer apenas uma ressalva: esta relação a meu ver, só se torna errônea e perigosa quando o humano passa ser um pai injusto e irresponsável. A maior injustiça que vejo é o humano esquecer da natureza do cão e querer transformá-lo em um bebe. O cão não te vê como um cão. Ele não acha que você é de sua espécie, ele sabe que você é de outra espécie, pois você não tem forma de cão, não age como cão, não tem cheiro de cão, mas ele te “ama” e te respeita mesmo você não sendo um cão. Assim seria uma relação de grande injustiça querer que um cão preencha um espaço vazio em sua vida sem respeitar a sua natureza. É preciso lembrar ele é meu filho, mas é um cão. Cães não usam meias, não usam sapatos, não vestem roupas, os canídeos não carregam seus filhotes no colo, isto é incomodo para eles. Sobre este tema o maior risco é a Antropomorfização que é dar uma atitude, ações e qualidades características de seres humanos a elementos da natureza, em geral a animais. mas isso á assunto para outro post.

É errado tratar um cão como filho? em minha opinião não! mas é preciso que se seja um pai que cuida não apenas da afetividade mas também da educação e formação deste filho como um cidadão. Que em relação aos cães seria formar um cão equilibrado e sociável. Não vejo como este vínculo possa ser prejudicial ou errado, se estes pontos citados forem respeitados.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>